DEFEITO DE SEPTO ATRIOVENTRICULAR (DSAV)

Cardiologia Infantil

Cardiopatia Congênita 

Na circulação normal, o sangue chega ao átrio direito do coração através das veias cavas (superior e inferior), passando para o ventrículo direito pela valva tricúspide e é bombeado até os pulmões através da artéria pulmonar. Depois de oxigenado, o sangue volta ao átrio esquerdo do coração através das veias pulmonares, passando para ventrículo esquerdo pela valva mitral, sendo bombeado para todo corpo pela aorta.

O Defeito de Septo Atrioventricular (DSAV) é uma cardiopatia congênita em que as valvas tricúspide e mitral não se formaram, existindo apenas um grande anel com um ou dois orifícios que enviam sangue dos átrios para os ventrículos.

 

No Defeito de Septo Atrioventricular Total (DSAVT), obrigatoriamente há também uma valva atrioventricular única. Cerca de 50% dos bebês com esta patologia são portadores da Síndrome de Down.

 

A partir da 28ª semana de gestação é possível fazer o diagnóstico através do ecocardiograma fetal. Ao nascer, a DSAVT pode causar aumento da frequência cardíaca, aumento da frequência respiratória associada a desconforto respiratório, cansaço ao mamar, baixo ganho de peso e infecções respiratórias de repetição. 

A partir do diagnóstico, o bebê de precisa de acompanhamento clínico rigoroso com um cardiologista pediátrico, que pode indicar tratamento medicamentoso para controle dos sintomas. A cirurgia cardíaca é obrigatória, indicada entre o quarto e sexto mês de vida.   

PUERICULTURA DE CRIANÇAS CARDIOPATAS

Damos atenção ao desenvolvimento global do bebê, criança e adolescente com cardiopatia, examinando o paciente rotineiramente e orientando a família. Além de questões básicas como cuidado com o recém-nascido, amamentação, sono, introdução alimentar, hábitos saudáveis, exame físico, crescimento, ganho de peso e outros, fazemos o acompanhamento de questões específicas como:

. Suplementação alimentar

O bebê que cansa para mamar pode ter dificuldade para ganhar peso. Se necessário, orientamos sobre a introdução de suplementos alimentares específicos, para contribuir com o desenvolvimento adequado da criança. 

. Pressão arterial e Saturação de oxigênio

Aferimos rigorosamente a pressão arterial e o nível de oxigênio no sangue da criança cardiopata em toda consulta de rotina, investigando a causa em caso de alterações. 

. Imunização e Prevenção de doenças infecciosas: 

Toda criança cardiopata tem alteração na circulação sanguínea, em sua distribuição para os pulmões e para o organismo. Por isso, se torna mais suscetível a doenças infecciosas, principalmente respiratórias, podendo piorar a doença do coração. Para prevenir complicações, orientamos sobre vacinas específicas para pacientes de risco, além das que constam no Calendário Nacional de Vacinação. 

. Saúde dental

A manutenção da saúde dos dentes da criança cardiopata é foco da nossa atenção, para prevenir o risco de endocardite (entrada de microorganismos como bactérias ou fungos em tecidos do coração).

DRA. ALESSANDRA RIVETTI - CRM 141.208
Médica Pediatra, Cardiologista infantil, mãe do Bernardo e moradora de Alphaville
 
 
Como médica e como mãe, sei como é desafiador ter filhos. Por isso, valorizo o sentimento de cada mãe e procuro entender a realidade de cada família. Busco fazer diagnósticos, dar orientações e oferecer alternativas, com conhecimento e rigor científico e, acima de tudo, com ternura e compreensão.
Currículo
corakids alphaville pediatra.png
  • Instagram corakids alphaville
MENSAGEM
-

2019  por Consutti para  Dra. Alessandra Rivetti